PROTOCOLO E APLICAÇÕES DO PRP (PLASMA RICO EM PLAQUETAS) EM CÃES E GATOS – IBvet

PAMELA SILVA DE ALMEIDA

Monografia apresentada para conclusão do Curso de Especialização Lato Sensu em Patologia Clínica Veterinária pelo Centro Universitário de Jaguariúna em convênio com o Instituto Brasileiro de Veterinária – IBVET, sob a orientação do Professor (a) Rogério Fernando de Jesus. Jaguariúna, 2019.

RESUMO

O plasma rico em plaquetas (PRP) é composto de uma suspensão concentrada de sangue centrifugado, que contém elevadas concentrações de plaquetas. As plaquetas possuem a competência de secretar uma substância chamada fator de crescimento (FC), que é responsável por alterações celulares, como o recrutamento de células-tronco periféricas e indução de mitose. O presente trabalho tem como objetivo propor protocolos e aplicações do PRP em cães e gatos, por meio de protocolos simples e rápido, obtido a partir de um volume pequeno de sangue total, que facilita a utilização em cães e gatos.  A falta de protocolos para obtenção do PRP em animais de companhia, associada às variações deles, dificulta emprego desta biotécnica.

Palavras-chave: veterinária; canino; felino



Para ler o artigo na íntegra faça seu login

Acesso GRATUITO, mas restrito!

Para liberar você precisa se identificar ou cadastrar usando o formulário abaixo.


Já possuo cadastro
 

Quero criar/renovar o cadastro